MENU

Em turnê pelo Brasil, ceramista japonês apresenta técnicas milenares em forno a lenha

Nesta quinta-feira, 10 de março, das 19h às 21h, será apresentado na Q Galeria e Escritório de Arte, em parceria com a Tauá Cerâmica, localizada no Cambuí, o workshop “O legado japonês na cerâmica brasileira”, com Rikio Hakudo Hashimoto.

O evento, com tradução simultânea, dá início à série de atividades do espaço, comandado pela artista plástica Lucila Vieira, Patrícia Freitas, historiadora de arte; e Newton Gmurczyk, músico e produtor cultural.

Hashimoto tem viajado por todo o mundo, estudando e difundindo esta técnica que utiliza um forno de queima à lenha, de apenas uma câmara para a produção de peças de cerâmica. No Brasil, o mestre japonês pôde observar as diferentes linguagens, traduções e adaptações desta queima tradicional, que chegou ao Japão no século V. As inscrições para a palestra já podem ser feitas no site www.qgaleria.com.br.

Ainda neste mês, a Q realiza a série “Desencontros Contemporâneos – Fugindo da Conversa Fiada” com o arquiteto e artista plástico Paulo de Tarso. Os encontros serão nos dias 15,22 e 29 e 5 de abril (terças, às 19h30).

“Os temas vão desde as situações mais cotidianas, até reflexões complexas a respeito de tabus na nossa sociedade, como a ideia que temos do inferno. Tudo isso é explicado com leveza, a partir de inúmeras referências vindas do mundo das artes”, adianta Tarso.

Paulo de Tarso Coutinho participou das edições da Bienal Nacional de São Paulo em 1974 e 1976, do 5º e 6º Salão Nacional de Artes Plásticas realizados no Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, em 1982 e 1983, e do 5º e 6º Salão de Humor de Piracicaba. (Carta Campinas com informações de divulgação)…

 

Leia mais

 

Fonte: cartacampinas.com.br

Deixe uma resposta