MENU
Farmacoterapia

‘Estratégias e desafios da desospitalização e longa permanência’ foi o tema apresentado no 3º Encontro Científico de Geriatria do Hospital Santa Cruz

A palestra aconteceu no dia 8 de maio e foi ministrada pela Dra. Tatianna Rozzino, da equipe de Geriatria do HSC, e pela enfermeira Elza Futigami, especializada em desospitalização do HSC

 

Longo período de internação está entre os fatores de risco para o idoso e, como consequência, pode resultar no declínio da função cognitiva e maior risco de infecções hospitalares, além de prejuízo na função aeróbica e diminuição funcional. Essas foram algumas questões abordadas durante a palestra ‘Estratégias e desafios da desospitalização e longa permanência’, ministrada pela Dra. Tatianna Rozzino, da equipe de Geriatria do HSC, e pela enfermeira Elza Futigami, especializada em desospitalização do HSC, durante o 3º Encontro Científico de Geriatria do Hospital Santa Cruz, realizado no dia 8 de maio, no auditório do Hospital Santa Cruz, em São Paulo.

 

“É necessário ter um cuidado maior com os idosos quando se trata de internação de longa duração e na fase de transição do hospital para casa. Ao analisar e definir a liberação hospitalar de um paciente idoso é preciso checar se ele precisará de cuidados especiais como home care, por exemplo. Os profissionais de saúde devem estar atentos para algumas particularidades, como definição da condição clínica de transição, comunicar e preparar a família, questões estruturais, como concessão de benefícios pelas operadoras e instabilidade clínica do paciente, entre outros fatores”, explicaDra. Tatianna.  

 

Para a enfermeira Elza, a desospitalização dos idosos também envolve procedimentos e cuidados especiais de outros profissionais, além de médicos e enfermeiros. “Uma equipe multidisciplinar que também inclui fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistentes sociais, nutricionistas, psicólogos e terapeutas ocupacionais são necessários, na grande maioria dos casos, para orientar e acompanhar os familiares e pacientes quando o tratamento tem continuidade em casa”, afirma.

 

O tema do próximo evento, agendado para o dia 12 de junho, será ‘Nutrição e envelhecimento: novas evidências para velhos hábitos’. “É com imensa satisfação que realizaremos nosso 4º encontro e apresentaremos mais um tema relevante de geriatria. Falaremos sobre os benefícios da nutrição saudável para a recuperação e manutenção da saúde e daremos continuidade à reflexão e troca de experiências para contribuir com a melhoria do atendimento ao idoso no Brasil”, ressalta a coordenadora do evento Dra. Sumika Mori Lin, do Serviço de Geriatria do Hospital Santa Cruz.

Autor:

Publicado em: 6 de junho de 2018

Categoria: Eventos

Acessos: 31

Deixe uma resposta