MENU

Hospital Santa Cruz inicia implantação da ‘Checagem Beira-Leito’ eletrônica no setor de internação

Hospital Santa Cruz inicia implantação da
‘Checagem Beira-Leito’ eletrônica no setor de internação
O processo garante mais segurança ao paciente e agilidade às equipes médicas e assistenciais

(Foto: Divulgação)

 

Hospital Santa Cruz (HSC) destaca o seu compromisso com a segurança dos seus pacientes em todos os processos, como na ‘Checagem Beira-Leito’, que é a etapa em que o profissional de enfermagem realiza a administração de medicamentos de acordo com a prescrição médica e atualiza o prontuário do paciente hospitalizado, registrando informações sobre o estado clínico digitalmente por comando de voz.

Com foco em agilizar processos, aumentar a mobilidade e produtividade das equipes de enfermagem, o HSC está implantando a ‘Checagem Beira-Leito’ eletrônica para garantir ainda mais segurança à cadeia de administração de medicamentos e informações dos pacientes no setor de internação, otimizando a inserção dos dados no prontuário eletrônico do paciente e proporcionando a conferência por dois profissionais nos casos de medicamentos de alta vigilância, garantindo o cumprimento do protocolo de segurança da Instituição. Por meio de um sistema acessado por um PDA (Personal Digital Assistant), ou seja, um dispositivo digital pessoal, o profissional de enfermagem tem acesso a dados, como as prescrições médicas e o horário da medicação, além de ter a possibilidade de adicionar informações relacionadas aos sinais vitais e registros da enfermagem online, os quais podem ser inseridos também via áudios, trazendo ainda mais rapidez ao processo.

São validadas no PDA as informações do profissional que irá administrar a medicação; do paciente, por meio de sua pulseira de identificação; e da medicação a ser realizada de acordo com a prescrição médica. Caso haja alguma informação discrepante, o sistema emite alerta e impede a execução, oferecendo maior segurança ao processo de administração de medicamentos.

Segundo Michele Tavares de Oliveiragerente de Enfermagem do HSC, ao usar esse novo sistema, a Instituição reforça o cumprimento da meta internacional número três da Segurança do Paciente, ou seja, a correta prescrição e administração dos medicamentos. “Com o uso dessa tecnologia, conseguimos agilizar o processo, otimizar o tempo dos profissionais de enfermagem e fornecer informações online aos demais membros da equipe assistencial, além de eliminar falhas no processo”, declara.

Com a ‘Checagem Beira-Leito’ do HSC, o profissional de enfermagem atualiza as informações no sistema e o médico passa a ter acesso a esses novos dados no Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) em tempo real.

De acordo com Sabrina Ramos Majado, técnica de Enfermagem da Instituição, o paciente se sente mais seguro com o uso do sistema. “Quando começamos a usar o dispositivo digital, percebemos que os pacientes passaram a se sentir melhor atendidos e avaliados, pois conseguimos garantir atenção individualizada, aumentando a confiança entre nós”, comenta.

Para Micaela Santos Souza Moura, enfermeira líder do Hospital Santa Cruz, o sistema permite às equipes de enfermagem incluir informações, como registros de ganhos e perdas, com dados relativos a eliminações fisiológicas, ingestão de líquidos e alimentos, mantendo constante acompanhamento médico e de enfermagem. “É possível incluir alertas e observações, o que ajuda a promover a saúde geral do paciente, as quais ficam arquivadas no sistema do HSC, garantindo detalhes sobre cada procedimento e internação”, destaca.

Outros aspectos positivos da ‘Checagem Beira-Leito’ por meio do PDA é que ela reforça as boas práticas da Instituição, como o controle e a cobrança de medicamentos e materiais também em tempo real, e diminui irregularidades na leitura de embalagens, dosagens, frequência e horário da administração do medicamento.

Deixe uma resposta