MENU
Okinoshima

Ilha que não permite a entrada de mulheres poderá se tornar local de Patrimônio Mundial

Não são todas as pessoas que consideram uma visita à Okinoshima, uma pequena ilha ao largo da costa do Mar do Japão.

Isso pode mudar brevemente, visto que o Conselho Internacional de Monumentos e Locais, um órgão consultivo, recomendou a ilha para ser um local de Patrimônio Mundial da UNESCO. Segundo a reportagem do Japan Times, a recomendação será apoiada durante uma reunião em julho do Comitê de Patrimônio Mundial da UNESCO em Cracóvia, na Polônia.

Enquanto o status daria à ilha um reconhecimento de nome internacional e provavelmente atrairia o interesse dos visitantes, muitos turistas enfrentariam obstáculos: as mulheres não têm permissão para colocar os pés na ilha. Os sacerdotes que moram em Okinoshima permitem apenas a visita de homens, um dia por ano.

A ilha é mergulhada na tradição da religião xintoísta, sendo lar para o Okitsu, um dos 3 pequenos santuários (em ilha vizinhas separadas) que juntos formam o Grande Santuário de Munakata. Esses santuários veneram 3 divindades que, como diz a lenda, eram filhos de Susanoo-no-Mikoto, o deus do mar e das tempestades, de acordo com o Japan Times. O santuário Okitsu, por exemplo, venera a deusa Tagorihime…

 

Leia mais

 

Fonte: portalmie.com

Autor:

Publicado em: 19 de maio de 2017

Categoria: Pontos Turísticos

Acessos: 38

Deixe uma resposta