MENU
abeva

Japão sofre pressão para assinar acordo da ONU contra armas nucleares

Diante da escalada das tensões entre Estados Unidos e Coreia do Norte devido à ameaça de avanço nuclear do país asiático, o Japão, que se posicionou a favor das sanções contra o regime de Kim Jong-un, agora é alvo de pressões internas para assinar um tratado da Organização das Nações Unidas contra armas atômicas. O pedido foi feito pelo prefeito de Nagasaki, Tomohisa Taue, durante a cerimônia nesta quarta-feira que recordou o ataque nuclear que atingiu a cidade do sudoeste do país há exatos 72 anos. Taue criticou o governo do país por não participar de esforços globais para a conter de arsenais nucleares.

Em discurso no Parque da Paz de Nagasaki, o prefeito afirmou que a ausência do Japão nas negociações diplomáticas para o Tratado de Proibição de Armas Nucleares das Nações Unidas, adotado em julho deste ano, “é incompreensível para todos nós que vivemos nas cidades que já sofreram ataques de bombas atômicas”.

— A situação internacional em torno das armas nucleares está cada vez mais tensa — disse Taue. — Uma intensa sensação de ansiedade está se estendendo para todo o mundo porque, em um futuro muito distante, estas armas podem voltar a ser utilizadas.
Leia mais

 

Fonte: oglobo.globo.com

Autor:

Publicado em: 11 de agosto de 2017

Categoria: Associações

Acessos: 18

Deixe uma resposta