MENU

Maior honraria da ALESP a SHINJI YONAMINE!

Shinji Yonamine, ex-presidente do Centro Cultural Okinawa do Brasil (CCOB) e da Associação Okinawa do Brasil (AOKB), principal responsável pela junção de ambas, principais entidades okinawanas de São Paulo,  um dos fundadores do Seisonenkai  e do Urizun, entre tantos pioneirismos, foi agraciado com o Colar de Honra ao Mérito da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, em solenidade realizada na sede social da AOKB, no dia 07 de março de 2019, como reconhecimento por serviços de grande relevância prestados à comunidade okinawana no Brasil, como também, de caráter internacional (fundador da WUB – Worldwide Business Association Brasil), inclusive à própria província Okinawa, no Japão, da qual se tornou Embaixador da Boa Vontade no Brasil.

A longa “ficha corrida” das ações culturais, solidárias, abnegadas, de Yonamine, disseminando a cultura e tradição da província okinawana, principalmente estimulando jovens a abrirem suas asas ao conhecimento e agirem enquanto cidadãos com posturas semelhantes às dele, justificam plenamente essa homenagem.

A iniciativa partiu do deputado estadual Pedro Kaká, por sugestão de Augusto Takeda, contemplado nesse evento como mestre de cerimônia, e que pode ser considerado como um dos jovens discípulos de Yonamine nessa filosofia de vida. A homenagem, que é a mais alta honraria da Alesp, tornou-o o primeiro descendente okinawano a recebê-la no Brasil, o que deveria já ter ocorrido no ano passado e na própria Assembleia Legislativa, mas devido a trâmites burocráticos e formais da própria Casa acabou ficando para essa data e na sede da AOKB, o que até foi muito providencial por ser mais representativo ao próprio homenageado que, por seu carisma, acabou atraindo mais de 300 pessoas amigas ao seu evento, mesmo sendo em uma quinta-feira.

Chegada dos convidados ao evento, lotando o auditório da sede da AOKB.

Apesar de a solenidade ter sido marcada para se iniciar às 19h30, talvez como estratégia, e por isso, com o auditório totalmente tomado, começou precisamente às 20h a partir da chamada de pessoas ilustres e convidados especiais do homenageado para comporem a mesa, num total de quinze, além dele próprio.

Início da solenidade com personalidade e convidados chamados para compor a mesa e Ushitaro Kamia, representando o dep. Pedro Kaká, dando início à mesma.

Como o deputado Kaká, por problema de saúde, não pode comparecer, Ushitaro Kamia representou-o dando início à solenidade, seguido por doze deles que também fizeram discursos, alguns de forma emocionada, por lembranças do passado ou vinculadas ao relacionamento recíproco.

1. Milton Sadao Uehara, presidente da AOKB/CCOB;
2. Akeo Yogui, presidente de honra;
3. Yokio Oshiro, presidente da Aliança Brasil-Japão;
4. Harumi Goya, presidente do Bunkyô-SP.

1. Marcos Seiki Teruya, empresário e vice-presidente da ACEO Santa Maria;
2. William Woo, ex-deputado federal;
3. Rui Chibana, empresário;
4. Paulo Kameya, empresário.

1. Rute Costa Sobrinho, presidente da AssocBenefCult. da Comunidade Hospital das Clínicas;
2. Vereador Masataka Ota;
3. Newton Itokazu, Urizun;
4. Vereador Jorge Kina, de Santo André.

Mas foi o de Yonamine o mais marcante, por sua exemplar história de vida, mas também por sua oratória descontraída. Após agradecer e enfatizar que devia esse reconhecimento a todos, fez rememorações de desde o tempo em ajudava sua mãe no mercado da Cantareira, sempre com associações à sua vontade de aprender e à curiosidade inerente que moldaram sua personalidade, caracterizada pela relação com a família às raízes culturais e que, com o tempo, transformaram-se em um rol de conhecimentos a fim de poder retribuir com realizações em prol da própria comunidade.

Shinji Yonamine, saudando o público e discorrendo sucintamente sobre sua biografia.

Isso tudo ficou claro quando discorreu sobre as sete características que definem o verdadeiro uchinanchu, denominação dada aos descendentes de Okinawa, e pela pregação das tradições okinawanas, sempre presentes em suas palestras relativas.

Seu discurso prendeu tanto a atenção do público presente que, apesar de ter sido o mais longo foi também o “mais rápido”, por isso. Ao final, foi aplaudido de pé pelos presentes que mostravam em seus semblantes, muita satisfação pelo que acabara de ouvir.

A seguir, Cida Guenka, que foi muitíssimo elogiada por ele, no discurso, foi chamada ao palco para a efetivação plena da formalidade de entrega do Colar a Shinji Yonamine. Ele afirmou considera-la não apenas seu complemento em vida como também, agora, o “farol” que ilumina seu caminho já que, recentemente, perdeu plenamente a visão.

Formalidade de entrega do colar, com Cida Guenka já o acompanhando no ato, no palco

Shinji Yonamine, com o colar, recebendo os aplausos do público

 

Foto à posteridade com Shinji Yonamine e Cida Guenka junto ao público amigo que os acolheu nessa data inesquecível para ambos.

Finalizado o ato formal, os componentes da mesa foram convidados a descerem do palco para, juntamente com Yonamine, Cida e o público presente, serem registrados fotograficamente a partir do palco e, a seguir, fazerem os brindes de kanpai e vivas tradicionais.

Logo após, um jantar foi oferecido a todos com direito, no final, a apresentações de taikô do grupo Ryukyukoku Matsuridaikô.

(Reportagem completa, texto e fotos, de Silvio Sano)

 

Autor:

Publicado em: 9 de março de 2019

Categoria: Associações, Cultura, Eventos, Histórico, Notícias da Comunidade

Acessos: 595

Deixe uma resposta