MENU

MELODIAS IMORTAIS, ainda… o SHOW!

Realizado no dia 18 de Agosto de 2019, como em todas as edições, no grande auditório do Bunkyô-SP, o 19º Melodias Imortais, ou originalmente Nipponjin no Kokoro no Uta, foi novamente coroado de sucesso.

Marcado para se iniciar às 10h, pouco antes das 9h, grande público já foi se formando à frente do portão de acesso àquele auditório.

E, pontualmente, os tradicionais apresentadores Koji Michi e Lúcia Ikawa, deram início ao tão esperado evento, com o piso inferior daquele auditório quase que totalmente tomado.

Abrem-se as cortinas…

A banda Grupo Friends, a postos…

Koji Michi e Lúcia Ikaa, dão início ao evento…

A primeira cantora do dia foi Yumi Takahashi, que cantou Koojoo no Tsuki, do ano 34 da Era Meiji (1901); seguida do Coralmuru, da Grupo de Escoteiros Caramuru, com Hamabe no Uta, de 1918, ou ano 7 da Era Taisho; e assim, sucessivamente, passando por setenta e um cantores, até finalizar o dia com a premiadíssima Susana Sano cantando Kawa no Nagare no Youni, do ano 64 da era Showa, ou 1989, popularizada pela antológica Misora Hibari.

Yumi Takahashi é a primeira cantora do dia a se apresentar…

A seguir, é a vez do Coralmuru…

Suzana Sano, fecha o evento cantando Kawa no Nagare no Youni

O evento

Com as mais variadas formas de apresentações, apesar de músicas de Eras anteriores à atual Reiwa, selecionadas pela comissão organizadora, independentemente do estilo dos cantores que, no começo estranham as indicações, mas cuja maioria, estatisticamente, acaba gostando das mesmas e, depois, até as cantando em taikais comuns nas categorias natsumerô, cada vez mais popularizadas nos mesmos.

Assim, estimulados pelas reações de um público sensível, emotivo e saudoso, os cantores se produzem para darem o máximo de si a fim de o agradar. E pela ocupação plena daquele grande auditório, mesmo já se passando 19 edições, o público parece ter saído satisfeito.

E isso é marcante também entre os cantores por suas manifestações nas redes sociais.  “Toda vez que sou convidado… faço questão de cantar neste evento, pois as músicas deste show tocam os sentimentos, corações do público presente que, na grande maioria, são pessoas que vieram do Japão para o Brasil quando crianças, pós guerra… Fiquei feliz em receber aplausos e também dos elogios que recebi durante o evento. Muitos me conhecem como cantor amador de pop, mas quando era criança cantava enka! … no ano que vem… espero estar novamente neste palco!”, afirmou em sua página no Facebook, Kimio Suzuki, conhecido cantor de músicas Pop que cantou Kita Sakaba (Hosokawa Takashi).

Foi uma honra poder participar desse grande evento. Grande parte do público veio do Japão, no pós-guerra, quando criança, e se emociona com nossas apresentações. Do início ao final todos ficam atentos em cada canção, com lágrimas nos olhos… Estou muito grata pelo convite”, também escreveu em seu Facebook, Susana Sano, badaladíssima no meio karaokê da comunidade, mas conhecida também fora, onde como soprano tem se apresentado em teatros municipais por todo o Brasil, mas também fora do país. Recentemente, cantou com a Orchestra Hanns Eisler Berlin, em Berlim, na Alemanha.

Outros cantores também afirmaram à reportagem que gostam de cantar no evento por verem, do palco, a reação do público, principalmente dos mais idosos, refletidos nas afirmações acima.

Atrações no intervalo para almoço

1 Nihon Buyou da Escola Nishikawa (Kinuyo Fukui e Rinko Tsuji/Aiko Suzuki);
2 Escola Midori Ikeshiba (Suzana Shinobu Goto);
3 Ballet clássico da CAOS ( Kássia Aiko Asano Miyasiro e Júlia Oliveira Gonsalves)

E o 19º Melodias Imortais prossegue…

Encerramento

E como já se tornou tradicional, o último cantor, no caso Susana Sano, a partir da segunda estrofe teve a companhia de quase todos os cantores que se apresentaram anteriormente, no palco, cantando com ela, bem como para também saudarem o público.

Suzana Sano, é a última a se apresentar, acompanhada dos demais cantores.

Todos os demais cantores se alinham para saudarem o público presente até aquele momento

A seguir, desceram do palco e correram ao saguão de saída para se despedirem pessoalmente deles. Neste ano ofereceram um botão de rosa a cada espectador presente.

Despedida pessoal dos cantores ao público no saguão de saída

Banda Grupo Friends

A banda que apoiou todos os setenta e dois cantores do dia foi formada por: Tadao Ebihara (sax alto), Koji Kozawa (guitarra), Sérgio Teruya (contra baixo), Daley Almeida Adorno (bateria), Roberto Kakishita (teclado), Sérgio Kuwahara (teclado), Fumio Omori (sax alto), Dior Marcelo Regis (percussão), Emerson de Andrade (trombone), Mauro Boim (trompete), Aiko Tengan (violino), Mayumi Tengan (violino) e Kaori Shiozawa (flauta).

Banda Grupo Friends

Lista dos cantores que se apresentaram no evento

Yumi Takahashi Livia Fugise Alexandre Uehara Tina Hirano
Coralmuru Mário Tanaka Kuniko Kinjo Sandra Sasaki
Coralmuru Tieko Sakuma Erika Utida Douglas Nishikawa
Izabel Takano Amélia Anzai Sonia Habe Sérgio Tanigawa
Francisco Tashima Kazuko Kawai Edna Nishiya Fernando Asno
Paulo Miyamoto Joji Izumi Yukie Kakinoki Cynthia Anraku
Yuji Hiroishi Ruriko Osako Katsutoshi Shinozaki Kimio Suzuki
Grupo Decio Kawazoe Nobuhiro Hirata Shoji Takahata Mika Takahashi
Taís Iwano Lucy Hino Edson Michida Paula Hirama
Kazue Takahira Mizue Yamaguti Akemi Ono Haruo Nagahama
Keiko Takayasu Pedro Mizutani Mayumi Takahashi Edmond Sakai
Susana Sano Tsugiko Hongo Sérgio Gusukuma Takeshi Nishimura
Laura Yoshinari Glória Itokazu Mary Furuguen Rafael Yasunaga
Kauan Yoshinari Harumi Miyamura Carlos Miyamoto Sayuri Ohashi
Yoshio Iwakura Akira Ikawa Edson Miyabara Emi Fujino
Kazuyoshi Kitagawa Tieko Uehara Eitoku Tanahara Noriko Kurimoto
Aya Mikami Alberto Nakata Aquico Miyamura Akemi Okamoto
Satiko Ono Grupo Decio Kawazoe Eiko Hojo Susana Sano

Deixe uma resposta