MENU

Ministro japonês admite falsificação em escândalo que afeta Abe

O ministro japonês das Finanças, Taro Aso, admitiu nesta segunda-feira a falsificação de documentos vinculados a um caso de favorecimento que afeta o primeiro-ministro, Shinzo Abe, mas negou que vá renunciar ao cargo.

O premier japonês pediu “profundas desculpas” pelo “incidente que poderia abalar a confiança” no governo.

“Aceito com sinceridade as críticas e quero que o ministro das Finanças Aso fique responsável por fazer que a investigação avance para que se saiba por que acontece um incidente deste tipo”, afirmou Abe.

“Modificar documentos oficiais é muito grave e extremamente lamentável e peço minhas profundas desculpas”, declarou Aso à imprensa, antes de garantir que vai “cooperar plenamente com a investigação”.

“Não penso nisso de jeito nenhum”, respondeu ao ser questionado se pensava em renunciar ao Ministério.

Abe pediu ao ministro, um aliado próximo, que “faça todos os esforços necessários para reconstruir a organização (de seu Ministério) para que isto nunca mais aconteça”…

 

 

Leia mais

 

Fonte: em.com.br

Autor:

Publicado em: 14 de março de 2018

Categoria: Notícias

Acessos: 197

Deixe uma resposta