MENU

Tadashi Kawamata exibe casa feita com 180 mil hashis na Japan House

Desde 1987, quando participou da 19ª edição da Bienal de São Paulo, o artista japonês Tadashi Kawamata não vinha ao Brasil. Mas a forte impressão que o País deixou nele rendeu muitas obras ao redor do mundo. Essa ressonância é traduzida tanto por instalações na Documenta de Kassel de 1992 (uma favela estilizada) como na badalada Art Basel de 2013, quando montou um “favela-café”. De volta ao País, ele abre para o público, nesta terça, 4, sua mais recente obra, Construção, na Japan House São Paulo…

 

 

 

Continua….

 

Fonte: correio.rac.com.br

Deixe uma resposta