MENU

UERJ enalteceu a vinda dos imigrantes japoneses

O Japão na UERJ, evento comemorativo aos 110 Anos de Imigração Japonesa no Brasil – Rio de Janeiro, aconteceu no Teatro Odylo Costa Filho, em 27 de novembro de 2018 na UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rua São Francisco Xavier, 524, Maracanã.

Na entrada, cosplayers com imagens de atuações em mesas e cartazes. Dentro do prédio, enorme painel com fatos históricos no Estado do RJ, desde a vinda do Navio Kayo Maru, anterior ainda ao Kasato Maru (18.06.1908), deixando os primeiros imigrantes japoneses no Rio de Janeiro já em 21.01.1867, até a visita de S.A.I. a princesa Mako em 18.7.2018.

Na oficina de origami monitores ensinaram dobrar tsuru (grou, ave simbólica do Japão). A demonstração de Kyudô, Arte de Arco e Flecha, foi realizada com membros da Associação Brasileira de Kyudô – Brasil Kyudo Kai: Elisa Figueira, presidente, 4º dan; Fernanda Costa, 2º dan; Pedro Figueira, 2º dan; e Tiago Pereira, mudan, aluno da graduação de Letras – Português/Japonês da UERJ. A exposição do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro foi composta por vestes tradicionais japonesas, réplica de armadura samurai. A demonstração de Judô foi feita pelo professor Fábio Sancho, 3º Dan, colaborador no LABSAU – Laboratório de Atividade Física e Promoção da Saúde da UERJ, e pelos seus alunos do Núcleo de Iniciação ao Judô. A professora Naomi Matsubara, formada pela escola Urasenke em Kyoto, e a professora Mari Fujiwara, sênior da JICA, realizaram sessões de Cerimônia de Chá. Os cosplayers desfilaram com suas fantasias em frente ao auditório sob o olhar atento de seus admiradores.

O concerto da OSRJ – Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro finalizou a grande homenagem da UERJ, com a participação especial de Midori Maeshiro, pianista japonesa; do Rio Nikkei Taiko, grupo de tocadores de tambores japoneses da Associação Nikkei do Rio de Janeiro, celebrando quinze anos de atividades; ainda, de Bianca Pinheiro Machado, Bruno Vinícius Silva, Joyce Dias da Silva, Julie Yukari Misumi, Kenta Hashimoto, Mariana Coelho, Ryo Sato, alunos de Japonês da UERJ e intercambistas japoneses, interpretando canções japonesas. A abertura do concerto, que ganhou o patamar do inesquecível, foi a obra “Kasato Maru” – composta especialmente para a data comemorativa pelo regente maestro Rafael Barros Castro, que nessa noite teve estréia mundial. Cores, imagens, atuações magníficas, canções encantadoras… foram envolvendo a platéia, que não se conteve nos aplausos. O concerto presenteou os corações emocionados.

Ao término o maestro Rafael Barros Bastos agradeceu a todos que se empenharam. Entre inúmeras ilustres presenças, estiveram Yoshitaka Hoshino e Ken Kondo, cônsul-geral do Japão e adjunto;  Aki Endo, cônsul cultural, com assessores Mariana Akina Kamino, Marco Aurélio Farias e Elisa Celino Gonçalves; Rosa Matsuura, esposa de Minoru Matsuura, presidente da comissão dos 110 anos Imin – Rio de Janeiro, e familiares; da Escola Japonesa do Rio de Janeiro, diretor Kiyoto Hikichi, cantora lírica japonesa Miho Hikichi, gerente geral Izumi Takeno; da UERJ/setor de Japonês, chefe Satomi Kitahara e professora Elisa Massae Sasaki.

Estreia de Kasato Maru

Maestro Rafael Barros Bastos

Cerimônia de Chá

Professoras Naomi Matsubara, à direita, e Mari Fujiwara

Desfile de Cosplayers

Admiradores contemplam fotos

Demonstração de Kyudô, porElisa Figueira

Oficina de Origami

Professora Elisa Massae Sasaki

Painel com as referências desde os primeiros imigrantes no Rio de Janeiro, em 1867, até 2018

Rosa Matsuura, junto à réplica de armadura-samurai

Família Iwanaga visitou a mostra do consulado

Miho Hikichi, Kiyoto Hikichi, Cônsul-Geral Yoshitaka Hoshino, adjunto Ken Kondo e Izumi Takeno

Rio Nikkei Taikô

Projeções temáticas

Belíssimas interpretações

Akina Kamino, Cônsul cultural Aki Endo, Marco Aurélio Farias e Elisa Celino

Cumprimentados pelo Cônsul-geral Yoshitaka Hoshino

Alegria nos corações

 

 


Por Teruko Okagawa Monteiro (岡川・モンテイロ・照子), direto do Rio de Janeiro
Pertence à diretoria da Associação Nikkei do Rio de Janeiro, desde 1989
Diretora de divulgação do Rio Bikoo-Kai (artistas plásticos japoneses)
Criadora de documentos/monumentos, comemorativos, retratos

Autor:

Publicado em: 2 de janeiro de 2019

Categoria: Cultura, Eventos, Histórico, Notícias da Comunidade

Acessos: 322

Deixe uma resposta