MENU

Visitas do Japão emocionaram a comunidade japonesa de Campinas!

A comunidade nikkei de Campinas tem participado de eventos que ficarão na memória de todos por muito tempo, pois além de celebrar os 110 anos de Imigração Japonesa no Brasil que é um marco para todos os descendentes,  ainda contou com a visita da princesa Mako no dia 22 de julho, por volta do meio dia, no Aeroporto Internacional de Viracopos.

Embora tenha sido uma visita rápida, num local improvisado, todos se emocionaram com a presença da princesa que veio para as festividades dos 110 anos da Imigração que ocorre no país.

A princesa quebrou o protocolo, se aproximou e cumprimentou todos os presentes com muita simpatia e simplicidade. “A princesa Mako mostrou-se uma pessoa muito simpática e conversou com as pessoas e isso me emocionou”, disse Akira Komiyama. A professora de língua japonesa do Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas (Nipo de Campinas) contou “não pude conter as lágrimas, fiquei muito emocionada em falar com a princesa”.  “Estou muito feliz, todos os presentes em Viracopos também estão. Foi um privilégio poder apertar a mão da princesa. Acho que nunca teremos outra oportunidade assim”, disse Tadayoshi Hanada.

A cidade de Campinas foi incluída no roteiro graças a um pedido feito ao cônsul-geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, no ano passado, pelo presidente de honra do Nipo de Campinas, Tadayoshi Hanada.

A história da vinda da princesa Mako para Campinas começou em dezembro do ano passado, quando encaminhei uma carta ao Cônsul Geral do Japão, Yasushi Noguchi. Naquela época o roteiro das visitas já estava pronto. Mesmo assim o meu pedido era para passar em Campinas, visitando o Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas, a Prefeitura de Campinas e a Fazenda Tozan. Em janeiro deste ano, a prefeitura reforçou o pedido através do Secretário Municipal André Von Zuben. Um sonho quase impossível, mas precisava tentar. E, qual foi a minha surpresa quando em junho, o Consulado me ligou dizendo que não teria como atender ao pedido devido aos compromissos já assumidos, mas a princesa Mako passaria em Viracopos ficando em torno de 8 a 10 minutos para um encontro com a comunidade nikkei local. Daí para frente a euforia tomou conta. Vários encontros com o consulado, prefeitura e aeroporto foram realizados. Muitos e-mails trocados. Até foi criado um grupo no WhatsApp.  Bem, o final de tudo isso, todos já sabem.  Acredito que ficará um legado para o futuro e muitas pessoas poderão dizer: Eu conversei com a princesa Mako”, contou Hanada.

A princesa Mako também foi recepcionada pelo vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira; pelo secretário de Desenvolvimento Econômico André Von Zuben; pelo presidente de honra do Nipo de Campinas Tadayoshi Hanada e sua esposa Cecília Shirassawa. Também estavam presentes o presidente do Nipo de Campinas, Akira Komiyama; a vice-presidente do Nipo de Campinas, Cida Kobayashi; o diretor presidente da Fazenda Tozan, Toru Iwasaki; a professora Emiko Banno,  além de amigos, associados do Nipo de Campinas e o Departamento de Jovens (Junia-kai e Seinen-kai). Depois a princesa Mako e comitiva seguiram viagem para Marília (SP).

1-PrincesaMako

(fonte: Nipo Agora) 

Visita da comitiva de Gifu

 Outra visita que surpreendeu a todos pela receptividade e simplicidade foi a delegação de Gifu, em especial o jovem prefeito Masanao Shibahashi.

No dia 26 de julho, às 16 horas, foi realizada a Cerimônia do Sino da Paz no Paço Municipal de Campinas. (Gifu é cidade irmã de Campinas há 36 anos). Há 27 anos consecutivos o evento é realizado, mas foi a primeira vez que um prefeito de Gifu participou da cerimônia ao lado de um prefeito de Campinas (Jonas Donizette).

Jonas Donizette e Masanao Shibahashi assinaram, durante o evento, um Memorando de Entendimento que prevê a troca mútua de informações entre os dois municípios em áreas como transporte, urbanismo, esporte e a paz mundial, por isso houve uma reunião antes da cerimônia. A delegação japonesa também esteve com o prefeito de Campinas, para uma reunião técnica na qual foram apresentados projetos de desenvolvimento como o do BRT.

Pela primeira vez estamos recebendo a visita de uma delegação de Gifu com a presença do prefeito. Além disso, essa cerimônia tem um significado muito profundo pelo laço de irmandade entre Campinas e Gifu, e que busca semear a paz tão necessária ao mundo de hoje”, disse o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo, André Von Zuben.

O evento foi realizado pela Prefeitura por meio da Diretoria de Cooperação Internacional da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo em conjunto com o Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas de Campinas.

O badalar do sino lembra a busca da paz pelos cidadãos da cidade de Gifu, que foi bombardeada no final da 2ª Guerra Mundial, em 9 de julho, de 1945. Todos os anos ele é tocado no espaço externo do Paço Municipal. Além de Campinas, o sino toca em outras 300 cidades pelo mundo.

Após o toque do sino, o Grupo Mituba do Nipo de Campinas apresentou o soran e o taikô em frente ao Macc (Museu de Arte Contemporânea de Campinas). O show surpreendeu os presentes, o som dos tambores ecoou e os que ainda não conheciam ficaram admirados, pois o evento aconteceu no final da tarde, durante a semana e havia muitas pessoas no ponto de ônibus em frente a prefeitura e passando pela rua.

Em seguida a comitiva de Gifu foi recepcionada no restaurante e os jovens do Nipo de Campinas “roubaram” a atenção de Shibahashi que respondeu a todas as perguntas que foram traduzidas, pela professora Nami Banno. Ao lado dos jovens Shibahashi experimentou e aprovou o brigadeiro de colher.

 3-1-sino 3-2-sino 3-3-sino 3-4-sino

Jantar no Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas

 No dia 27 de julho, às 19 horas, foi realizado um jantar no Nipo de Campinas que contou com a presença da delegação de Gifu e de todos os departamentos e associados. Depois das apresentações e discursos houve uma homenagem emocionante de Masanao Shibahashi para Yasuhiro Yajima que foi durante anos, diretor de Relações Internacionais do Nipo de Campinas e esteve à frente dos trabalhos de intercâmbio cultural entre o Nipo de Campinas e Gifu. “Estou muito emocionado, não tenho palavras para descrever. Digo muito, muito obrigado”, disse Yajima.

O jantar descontraído com troca de gravatas, muitos autógrafos, shows, dezenas de fotos e de dança de odori alegrou e emocionou a todos.

Certamente os eventos serão inesquecíveis, principalmente para os jovens que puderam dialogar e brincar com pessoas que vivem do outro lado do mundo, mas que ao mesmo tempo estão próximas em nossa vivência, da nossa cultura, pois somos descendentes e quem não é certamente tem um produto, uma tecnologia japonesa no lar ou no ambiente de trabalho, ou pratica alguma atividade de origem oriental.

4-1-jantar 4-2-jantar 4-3-jantar

 

lucianetiemi-site

(Reportagem completa – texto e fotos: Luciane Tiemi Nohama

luciane.fotos@hotmail.com   –   fonte: NipoAgora)

 

Autor:

Publicado em: 9 de agosto de 2018

Categoria: Associações, Eventos, Notícias da Comunidade

Acessos: 1644

Deixe uma resposta