MENU

Agenda do novo governo do Japão pode tornar mercado de trabalho uma prioridade maior para o BC

O banco central do Japão deve enfatizar sua prontidão para ajudar o governo a proteger os empregos nesta semana, em um aceno à resolução de Yoshihide Suga, que deve se tornar o novo primeiro-ministro, de fazer o que for necessário para amortecer o golpe econômico da pandemia. Os analistas não esperam nenhuma mudança significativa na relação entre o Banco do Japão e um governo liderado por Suga que, como braço direito de Shinzo Abe, liderou a estratégia do primeiro-ministro para reanimar a economia com medidas monetárias e fiscais ousadas…

 

 

 

 

Continua…

Fonte: www.moneytimes.com.br

Deixe uma resposta