MENU

Comitê Olímpico do Japão defende que pagamentos de Tóquio-2020 foram legais

O presidente do Comitê Olímpico do Japão (COJ), Tsunekazu Takeda, defendeu nesta segunda-feira no parlamento do país que os pagamentos realizados pelo órgão antes e depois da escolha de Tóquio como sede dos Jogos Olímpicos de 2020, investigados pela França, foram “legítimos”.

Takeda afirmou em uma reunião de um comitê da câmara baixa japonesa que as transações realizadas pela consultoria Black Tidings, com sede em Cingapura, e avaliadas em US$ 2 milhões, foram auditadas e declaradas ao Comitê Olímpico Internacional (COI).

“Contratar uma empresa de consultoria quando se pretende organizar os Jogos é uma prática padrão. Inclusive se diz que é impossível vencer sem contratar uma consultoria de perfil global”, disse Takeda em declarações reproduzidas pelo jornal Japan Times

 

Leia mais

 

Fonte: espn.uol.com.br

Deixe um comentário