MENU

Erupção do Monte Fuji pode deixar até 10 cm de cinzas no centro de Tóquio, prejudicando gravemente a economia

Se o Monte Fuji entrar em erupção como aconteceu durante o período Edo (1603-1868), pelo menos 10 centímetros de cinzas poderiam se acumular no centro de Tóquio, segundo uma simulação conduzida pelo Instituto de Pesquisas Meteorológicas.

Como se espera que as consequências causem um duro golpe nas atividades econômicas, o governo estabelecerá uma comissão de especialistas dentro do Conselho Central de Prevenção de Desastres até o final deste ano para estudar contramedidas, incorporando as estimativas do instituto no processo.

Especialistas dizem que as estradas seriam cobertas com apenas 1 milímetro de cinzas, enquanto os trens seriam forçados a parar se até 5 milímetros de sedimentos vulcânicos se acumulassem. A simulação de precipitação foi realizada por Toshiki Shimbori, pesquisador sênior do departamento de vulcanologia do instituto. Shimbori calculou 1.096 possíveis padrões de precipitação usando estimativas da erupção de dezembro de 1707, bem como dados diários de pressão de ar e vento medidos de 2015 a 2017 pela Agência Meteorológica do Japão. Do total, 36 padrões, ou 3%, tinham cinzas com profundidade de mais de 10 centímetros no distrito de Otemachi, no centro de Tóquio…

 

Leia mais

 

Fonte: ipc.digital

Deixe um comentário