MENU

Exposição em Hamamatsu mostra obras extraordinárias de menina brasileira com autismo

As paredes do maior salão de exposições do edifício CREATE em Hamamatsu (Shizuoka), exibiam 83 obras de arte na segunda-feira (24) e algumas das dezenas de pessoas que foram conferir as telas ficaram confusas, acreditando que se tratava de uma exposição de vários artistas.
 Os rostos surpresos se destacavam nos corredores brancos iluminados, conforme os visitantes iam descobrindo que todas as telas, de tamanho pequeno, médio e grande e com preços que chegavam até ¥2,6 milhões, foram produzidos por uma única artista: a brasileira Amanda Shibata, de 10 anos de idade e com um quadro severo de autismo.
A exposição é inédita e ganhou o nome de “Amanda no Sekai” (O Mundo da Amanda), para mostrar um pouco do universo da brasileirinha, que não consegue se comunicar e expressa suas emoções através da arte, produzindo pinturas em telas desde os sete anos de idade.
Filha de pais brasileiros e nascida em Hamamatsu, a pequena artista foi diagnosticada com autismo aos 3 anos de idade e desde que começou a engatinhar, expressava um interesse único pela arte. A mãe, Cíntia, conta que demorou para compreender o talento extraordinário da filha, que foi descoberto graças ao artista plástico brasileiro Jin Takahashi…
Fonte: alternativa.co.jp

Deixe um comentário