MENU

Gunma: Festival da Juventude destaca a importância da manutenção do português

Filho de uma brasileira com um japonês, Leonardo Yugo Kaetsu, 20, de Yokohama (Kanagawa), nunca morou no Brasil. Mas mesmo assim, o português nunca deixou de estar presente em sua vida. “Com a minha mãe tinha que falar só em português e meu pai não entendia nada do que falávamos. Até o ‘youchien’ falava mais português do que japonês”, contou o estudante de Direito da Universidade de Tóquio. A trajetória do jovem foi apresentada no Festival da Juventude Brasileira no Japão, realizado neste domingo (23) em Oizumi (Gunma).
Graças à persistência da mãe em manter o idioma em casa, Leonardo hoje é guia turístico oficial nos idiomas português, inglês e francês. “Se não soubesse o português, minha vida seria bem diferente do que é hoje”, explicou ele, que começou a estudar o idioma no primeiro ano da universidade. “No futuro quero ser advogado e ser uma ponte entre o Brasil e o Japão.”
A 13ª edição do evento destacou a importância da manutenção do português. “Os jovens brasileiros precisam se conscientizar de que, hoje, além do japonês, é preciso também estudar profundamente o português”, afirmou Shoko Takano, presidente da organização sem fins lucrativos (NPO, na sigla em inglês) Oizumi Kokusai Kiyouiku Gijutsu Fukyuu Center, que organiza o já tradicional evento em Gunma…
Fonte: alternativa.co.jp

Deixe um comentário