MENU

ita visitar memorial no aniversário da derrota do Japão na 2ª Guerra

Vários ministros do gabinete do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, visitaram nesta segunda-feira o santuário de Yasukuni, no 71º aniversário da derrota do país na Segunda Guerra. Abe e sua nova ministra da Defesa, porém, evitaram o local. A ausência das principais figuras do governo deve evitar uma tensão mais forte com a China e a Coreia do Sul, que veem o memorial como um símbolo do passado militarista do Japão.

Abe enviou um assessor ao santuário, com um envelope com dinheiro. A ministra da Defesa, Tomomi Inada, que assumiu neste mês e é conhecida por sua visão nacionalista, estava em visita ao Djibuti, no leste africano, onde as forças japonesas têm operações para combater a pirataria.

Um grupo de cerca de 70 parlamentares que defendia visitas ao local, entre eles o irmão de Abe, o vice-ministro sênior das Relações Exteriores Nobuo Kishi, visitou Yasukuni na segunda-feira. Líder do grupo, o parlamentar governista Hidehisa Otsuji disse compreender que o premiê avaliasse que não era do interesse nacional uma visita ao santuário nesse momento…

 

Leia mais

 

Fonte: em.com.br

Deixe um comentário