MENU

Japão investe na indústria de serviços e reformula sua famosa hospitalidade

O boom de gastos de capital do Japão está mudando para o setor de serviços, provocando temores de que sistemas automatizados e softwares retirem o toque humano do “omotenashi”, o pretenso compromisso do país com a hospitalidade.
Os esforços econômicos no trabalho são inegáveis. A população em idade ativa deverá encolher em cerca de um terço no próximo meio século, e as empresas simplesmente não podem contratar trabalhadores suficientes.
Virar-se para a automação aumenta a produtividade e elimina o gargalo do crescimento econômico – mas marca um recuo de uma cultura orientada a serviços, na qual o cliente é o “rei”.
“O nível de omotenashi depende de onde você compra, mas, independentemente disso, damos muita ênfase à interação face a face”, disse Naoki Kobayashi, 52 anos, gerente de vendas de uma empresa de telecomunicações, depois de comprar bebidas de uma loja ao norte de Tóquio que não tinha funcionários. “Nós também temos uma população cada vez menor, então eu posso entender por que alguns varejistas precisam mudar.”…
Fonte: alternativa.co.jp

Deixe um comentário