MENU

Mais de 10 mil seguem fora de casa, um mês após terremotos no Japão

Mais de 10 mil pessoas continuam fora de suas casas no sudoeste do Japão, após um mês dos fortes terremotos que sacudiram a ilha de Kyushu, os mais graves registrados no Japão desde o potente tremor de 2011.

Abalos sísmicos de 6,5 e de 7,3 de magnitude sacudiram a cidade de Kumamoto nos dias 14 e 16 de abril, respectivamente, e deixaram 49 mortos e um desaparecido, enquanto cerca de 200 mil pessoas foram retiradas da região, das quais 10 mil continuam ainda em refúgios, informou neste sábado a agência “Kyodo”.

Os fortes tremores, após os quais foram registradas cerca de 1.400 réplicas, provocaram vários danos materiais. Mais de 82 mil imóveis foram danificados, para que o governo japonês destinará verba de 778 bilhões de ienes para financiar as tarefas de reconstrução na região…

 

Leia mais

 

Fonte: G1

 

Deixe um comentário