MENU

Mulher que largou trabalho para ser mãe monta império no Japão

Eiko Hashiba deixou o Goldman Sachs em Tóquio em 2002 para dar à luz uma criança aos 23 anos.

Ter que parar para cuidar do bebê a fez se perguntar por que não havia maneiras mais flexíveis para as mulheres continuarem trabalhando no Japão, em vez de deixar o mercado de trabalho depois de ter filhos.

Dez anos depois, essa pergunta ainda estava em sua mente quando ela co-fundou a VisasQ, que oferece serviços de consultoria semelhantes aos da McKinsey & Co. A diferença? Seus consultores não trabalham internamente: eles são consultores externos…

Continua…

Fonte: br.financas.yahoo.com

Deixe uma resposta