MENU

Novo Pride abre as portas para Wanderlei Silva

Jerry Millen, vice-presidente do Rizin, evento japonês apelidado de ‘Novo Pride’, está com boas oportunidades de fazer história no MMA. Aproveitando o distanciamento de alguns grandes do esporte em relação ao UFC (seja pela idade ou por questões contratuais), o cartola revelou que está de portas abertas para casar um confronto que permeou o imaginário dos fãs por anos.

Ex-campeões do Pride em categorias diferentes, Fedor e Wanderlei Silva nunca se cruzaram nos ringues do Japão mas, se depender de Millen, a chance dos veteranos, que beiram os 40 anos, é agora, e o local não poderia ser outro a não ser o Japão.

“Claro. Acho que seria uma grande luta. Digo, vamos ver se conseguimos materializar, mas acho que seria uma luta incrível. Acho que pessoas amariam ver essa luta. Amaria ver essa luta mesmo que eu seja próximo dos dois. Odiaria ver amigos lutando, mas, hey, isso é um esporte e amigos lutam”, afirmou em conversa com o programa ‘Submission Radio’.

Amigo de longa data do curitibano, que fez história no Japão ao permanecer invicto por cerca de cinco anos e garantir o título até 93 kg do Pride, período em que bateu nomes como Rampage, Sakuraba e Arona, o cartola enalteceu o espírito guerreiro do atleta, que agora estaria livre para negociar com organizações fora dos EUA.

“Ele é um guerreiro. Wanderlei Silva é um dos meus lutadores favoritos porque ele se doa. Toda luta, vencendo ou perdendo. Adoro ele. Somos bons amigos e eu amaria ver ele lutar no Japão”, narrou, antes de abrir as portas para outro famoso atleta…

 

Leia mais

 

Fonte: artesmarciaisfight.com.br

Deixe uma resposta