MENU

Pará prima pelo legado dos japoneses de convivência harmoniosa com a floresta

Há 92 anos, um grupo de imigrantes vindo do Japão praticamente transformou um pedaço da Amazônia que mais tarde passou a ser denominado de Tomé-Açu,na Região de Integração do Rio Capim, e que durante muitos anos foi associado à monocultura da pimenta-do-reino. O tempo passou e a cidade se transformou na maior produtora da famosa especiaria do Brasil, mas aos poucos passou a ganhar o mundo também por conta da prática sustentável de cultivos, tornando-se referência na produção da fruticultura…

 

 

 

 

Continua…

Fonte: www.agenciapara.com.br

Deixe uma resposta