MENU

“Schindler japonês” chega ao cinema. Salvou 6 mil judeus

Mais de 20 anos depois de Spielberg retratar Oskar Schindler, Cellin Gluck filma a vida do diplomata japonês que, durante o Holocausto, passava vistos a judeus perseguidos pelo regime nazi

Chamava-se Chiune Sugihara (1900-1986), era um diplomata japonês que foi trabalhar para o consulado em Kaunas, Lituânia, durante o Holocausto. Entre 31 de julho e 28 de agosto de 1940, Sugihara e a sua mulher terão passado mais de dois mil vistos que permitiam – à revelia do governo japonês – que os judeus perseguidos pelo regime nazi fugissem para o Japão.

Persona Non Grata (título inglês, Sugihara Chiune no original) é o filme que conta a história de Sugihara. Realizado pelo nipo-americano Cellin Gluck – assistente de realização em filmes como Remember the Ttitans (Duelo de Titãs), em 2000, ouTransformers (2007) -, o filme tem estreia marcada nos EUA para o dia 31 de janeiro, no Atlanta Jewish Film Festival, depois de ter estreado a 5 de dezembro nas salas japonesas…

 

Leia mais

 

Fonte: dn.pt

Deixe uma resposta